Slides

Doce Novembro

Estávamos no calor de Novembro, mas o frio que insistia entrar por todo meu corpo não me deixava em paz, eu sabia que ir para longe não iria fazer eu te esquecer assim tão rápido, mas tinha que fazer isso por mim, voar com minhas próprias asas em busca de um objetivo. Estudar a distância não foi uma escolha fácil, muito menos deixa-lo para trás. Onde estará agora, porque não me ligou? Talvez tenha concordado com minha decisão tão facilmente que preferiu não me ver mais... Seis meses sem noticias suas, isso dói muito.


- Toc toc, acorde Sophie! Hora da aula, amiga...
Gina é minha colega de quarto na republica, viemos juntas para Londres estudar comunicação, conseguimos uma bolsa de estudos depois de passar por três provas massantes, ela adora me acordar com um grito e isso é irritante as vezes, principalmente quando estou em meus pensamentos.

- Não se preocupe, já acordei!! – Ta eu gritei também, mas só porque ela fez isso primeiro.

- Ótimo, vamos porque hoje temos que chegar mais cedo, acredite você vai gostar. – Achei aquilo estranho, ela nunca foi de me trazer surpresas... Algo estava acontecendo.

- Ok, estou indo.

No caminho Gina estava com um sorriso de canto que me fez desconfiar que ela estava tramando algo, eu só não sabia o que era.

- Vamos pelo jardim Sophie, faz um tempinho que não passamos por lá.
- O que está tramando? - Eu disse isso em tom ameaçador pra ver se ela me contaria logo o que havia acontecido.
- Nada de mais, pelo menos pra mim. Ande vamos logo, estou brincando contigo.

Ao chegarmos perto do jardim, pude notar quanta coisa havia mudado desde a última vez que estive lá, árvores lindas haviam sido plantadas, novas flores nasceram. Tinha também um rapaz perto de uma roseira, ele estava sentado de costas para nós, parecia estar com um violão, tive uma estranha sensação. Ao nos aproximarmos ele se levantou, mal pude acreditar... Era Andrew, o meu Andrew!

- Bom, vou deixar vocês a sós. – Gina se despediu de nós com um beijo. Eu estava paralisada enquanto ele se aproximava, lágrimas começaram a rolar e ele me abraçou forte, senti um arrepio por todo o corpo quando ele tocou em minhas mãos, ele ficou me olhando e enxugando minhas lágrimas. Eu não consegui dizer nada, não entendia o que estava acontecendo, foi quando ele aproximou seu rosto sobre o meu e nos beijamos ali no jardim, aquela foi a sensação mais incrível que eu senti, ele levou os lábios em direção da minha orelha esquerda e sussurrou: - Você acha mesmo que eu iria te deixar sozinha? Vim pra ficar. 

Andrew conseguiu um trabalho em Londres e eu mal pude acreditar, sempre me dei mal nos relacionamentos, mas nós dois éramos especiais, loucos sim, mas especiais... Naquele dia, passamos a manhã conversando e ele tocou e cantou a nossa música.


Faz um tempinho que não escrevo textos aqui, não é? Mas hoje tive essa inspiração a partir de uma história real e criei esse conto, espero que tenham gostado.

Beijos e obrigada pelo carinho <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião aqui, é muito importante ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...